Estenose do Canal Lombar

A estenose do canal Lombar é um estreitamento congênito do canal espinhal (onde fica localizada a medula espinhal) e do recesso lateral.

A estenose de canal vertebral foi descrita em 1954 por Verbiest como um estreitamento do canal vertebral, do recesso lateral ou dos forames neurais através da hipertrofia degenerativa progressiva de qualquer estrutura osteocartilaginosa e ligamentar circundante, podendo resultar em compressão neurológica ou vascular em um ou mais níveis.

Saiba mais em: https://especialistadecoluna.com/estenose-do-canal-lombar/.

Cordoma na Coluna Vertebral

Os cordomas são neoplasias raras que se originam dos remanescentes da notocorda primitiva, são tumores que podem ocorrer em qualquer lugar da coluna vertebral ou na base do crânio. Os dois locais mais comuns para cordomas são a região lombar (área sacral – aproximadamente um terço a metade dos cordomas) e a base do crânio (aproximadamente um terço dos cordomas). Os cordomas se formam a partir de restos do notocórdio – tecido embrionário que eventualmente forma o centro dos discos da coluna vertebral.

Sintomas mais comuns de tumor maligno na coluna: Dor local; Sintomas radiculares (dor que irradia para braços ou pernas); Alterações neurológicas (formigamento, alteração sensitiva ou fraqueza muscular); Perda de controle da micção (urina) ou evacuação (fezes); Instabilidade mecânica da coluna e dor nas costas; Deformidade da coluna.

Saiba mais em: https://especialistadecoluna.com/cordoma-na-coluna-vertebral/.

Meningioma na Coluna Vertebral

Os tumores pri­mários da medula espinhal podem ter origem nas células da me­dula espinhal ou nas que se encontram próximas. Apenas um terço aproximadamente dos tumores primários da medula espinhal tem origem nas células da medula espinhal. Esses tumores podem se estender dentro da medula, bloquear o fluxo de líquido cefalorraquidiano (o líquido que circunda o cérebro e a medula espinhal) e causar a formação de uma cavidade cheia de líquido (siringe).

Os meningiomas são tumores com origem nas células que constituem as meninges (em concreto a aracnóide).

Saiba mais em: https://especialistadecoluna.com/meningioma-na-coluna-vertebral/.

Escoliose Neuromuscular

Existem uma quantidade considerável de doenças neuromusculares que afetam a coluna e seu alinhamento e algumas delas podem afetar neurônios motores superiores. Destaca-se a paralisia cerebral (PC). Com a melhora dos cuidados de saúde, a incidência de PC tem diminuído em recém-nascidos pré-termo e com doenças congênitas. Por outro lado, sua incidência tem aumentado em crianças nascidas de parto gemelar4,5. Aproximadamente 38% dos pacientes portadores de PC que são deambuladores apresentam escoliose maior que 10 graus, mas apenas 2% têm curvas > 40 graus…

Saiba mais: https://especialistadecoluna.com/escoliose-neuromuscular/

Amiotrofia Espinhal

A Amiotrofia espinhal também conhecida como AME, se manifesta da seguinte forma “os neurónios que partem da espinal medula e que transmitem informação aos músculos, vão progressivamente morrendo. Isto significa que o doente vai perdendo força e desenvolvendo atrofia muscular, o que, inevitavelmente, resultará numa paralisia progressiva e perda de capacidades motoras”…

Saiba mais aqui: https://especialistadecoluna.com/amiotrofia-espinhal/

Tratamento da Escoliose Idiopática com Coletes

A escoliose idiopática é definida como um desvio lateral da coluna. É uma deformidade tridimensional da coluna vertebral que envolve alterações no plano frontal, no plano sagital e no plano horizontal.

Um dos primeiros sinais da escoliose idiopática que afeta os adolescentes é a assimetria do peito, assimetria das costas (chamada giba costal)ou dos ombros do jovem. Ela pode ser diagnosticada pelo médico durante um exame físico de rotina…

Saiba mais em: https://especialistadecoluna.com/tratamento-da-escoliose-idiopatica-com-coletes/

Tratamento da Escoliose em Pacientes com Paralisia Cerebral

A paralisia cerebral acontece devido ao desenvolvimento anormal do cérebro, geralmente antes do nascimento. Seus sintomas incluem reflexos exagerados, membros flácidos e movimentos involuntários, com aparecimento logo no início da infância.

A lesão neurológica não progride, mas o acometimento do sistema musculoesquelético sim, causando implicações importantes para a saúde da criança…

Saiba mais: https://especialistadecoluna.com/tratamento-da-escoliose-em-pacientes-com-paralisia-cerebral/

Fraturas Osteoporóticas da Coluna

A osteoporose é uma doença sistêmica que acomete todos os ossos. Ela é caracterizada pela redução da massa óssea. A microarquitetura dessa região do corpo forma os pilares de sustentação da estrutura óssea, que vão ficando mais frágeis e em menor número com a evolução da doença levando ao enfraquecimento do osso, e que pode levar à fratura dos mesmos. Sendo que 50% das fraturas osteoporóticas ocorrem na coluna…

Clique aqui para saber mais: https://especialistadecoluna.com/fraturas-osteoporoticas-da-coluna/

Ergonomia: o que é e porque é importante para quem está em home office.

Um total de 7,3 milhões de brasileiros estão trabalhando em home office, segundo pesquisa realizada pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) esses profissionais devem redobrar a atenção com relação à ergonomia.

Na definição do manual desenvolvido pelo departamento de Fisioterapia da Universidade Federal do Ceará (UFC), “a ergonomia é uma ciência de abordagem interdisciplinar, que visa adaptar o ambiente de trabalho ao trabalhador.” Na prática, essa adaptação é realizada considerando aspectos físicos, fisiológicos e psicossociais…

Saiba mais aqui: https://especialistadecoluna.com/ergonomia-o-que-e-e-porque-e-importante-para-quem-esta-em-home-office/

12